Reader Comments

Seis Dicas Como Não Desistir Da Academia

"Clarissa" (2018-03-14)

 |  Post Reply

As fibras alimentares parecem um daqueles remedinhos que curam todos os males do universo, um santo medicamento! No entanto será que as fibras são tão poderosas assim sendo? Muito se pesquisa o quanto a alteração de padrão alimentar tem influenciado o avanço de doenças crônicas como obesidade e diabetes no universo. Ai é que esta a surpresa, o acréscimo de produtos refinados podes ser a circunstância do exagero de peso da população. É claro que sendo a obesidade uma doença multifatorial, não queremos explicá-la apenas por modificações no modelo alimentar. Caso você gostou desse artigo e desejaria receber maiores sugestões sobre o conteúdo relativo, visualize neste link clique bo seguinte documento maiores detalhes, é uma página de onde inspirei boa fatia destas sugestões.


Alterações no hábitos de vida, principalmente o sedentarismo ajudam a esclarecer a epidemia. Um único fator pela alimentação também é muito pouco. O consumo de gordura pode ser o mesmo, porém como o organismo não é mais capaz de queimar essa energia e os estoques inevitavelmente aumentam. Bem como a qualidade de gordura passou a ter mais seriedade.


Açúcar é outro nutriente que figura entre os vilões da saúde. Teu consumo aumentou muito, alavancado principalmente por bebidas como sucos prontos e refrigerantes. Outros fatores poderiam ser apontados, entretanto o alimento industrializado requer uma atenção especial. O processo de refinamento dos alimentos tem um intuito claro de aprimorar a palatabilidade de seus produtos.


Pra atingir tal feito retirou-se a divisão nutritiva do grão, propriamente a fibra alimentar. Sem essa fração fibrosa, a digestão dos alimentos passou a ser consumada de forma acelerada, deixando de causar saciedade e de mobilizar a criação de enzimas que sensibilizam hormônios capazes de controlar a glicemia. Este processamento atinge principalmente cereais como trigo, milho e arroz.


O trigo é um dos nutrientes mais utilizados pela dieta moderna, sendo ingrediente básico para pães, biscoitos, massas, bolos, e também ser utilizado como espessante em produtos como sopa e iogurte. Sendo assim sem a fibra comemos mais? Sim, é isso mesmo! Logo é verdadeira a afirmativa que o consumo de fibras assistência no controle de peso.


Aliás, quase todas as declarações associadas às fibras são verdadeiras. São ótimos na procura do controle glicêmico maravilhoso e realmente ajudam na redução do colesterol, além de auxiliar para excelente funcionamento intestinal. A melhor forma de ingerir fibra é inseri-la na alimentação do dia-a-dia. A quantidade diária sublime de fibras é de 30 gramas. Pra atingir essa recomendação seria preciso que todas as refeições fossem compostas por cereais integrais (pão integral ou arroz integral), somadas às frutas, com 4 a cinco porções por dia, com verduras, legumes e grãos no almoço e jantar. Alimentos suplementados com fibra ou mesmo bebidas ricas em fibra podem somar à dieta, mas nunca substituir.


  • 1 caixinha de água de coco

  • Trend 7

  • ½ pepino cru com casca picado

  • 1 xícara de gelo esmagado

  • Ação time-release: Liberação gradual dos efeitos do suplemento

  • Chá com adoçante à adoro

  • Para poder perder peso e perder barriga rápido as mulheres necessitam tomar conta da sua alime

um fantástico post

É interessante recordar, que pra um artefato processado ser considerado integral, ou cheio de fibra, ele precisa conter na sua constituição, no mínimo, 50% de cereal integral, farinha de trigo integral no caso de pães ou biscoitos. Outra questão que merece observação é a quantidade de açúcar e gordura que alguns alimentos com premissa "integral" apresentam. Por esse caso, a fibra é somente um enfeite que irá aprimorar a imagem do artefato e não o valor nutricional.


Desse jeito, os privilégios não podem ser atribuídos apenas à presença de fibras na dieta, a característica do alimento é essencial. Ao avaliar com atenção as recomendações, nota-se que não há espaço para alimentos super processados ou refinados. As frutas devem ser consumidas como refeições intermediárias, substituindo as famosas bolachinhas preparadas com farinha branca, e as refeições compostas por alimentos, como por exemplo, salada com folhas e legumes, arroz integral e feijão. Uma proteína magra soma-se à refeição e o prato fica completo.



Add comment