Reader Comments

Vetadas Do Facebook, Garotas Ganham Mídias sociais Que São Vigiadas

"Joao Leonardo" (2018-02-07)

 |  Post Reply

Mochilão 15 dias: Chile, Bolívia e Peru. Sky airline), que é o aeroporto mais próximo de San Pedro de Atacama. Chegando no aeroporto de Calama, compramos o transfer de Calama a San Pedro e pagamos quinze dólares. A van deixa você no hostel. É a melhor, adquirir no guichê pela saída do aeroporto. San Pedro de Atacama é uma cidade agradável, onde se faz tudo andando, toda rústica em tons de marrom/areia. Tem restaurantes gostosos, lojinhas, praça e a feirinha de artesanato. Detém mais hostels do que hotéis.


Alternativa um na localidade central, perto das ruas Caracoles, Tocopilla, Toconao. Ficamos quatro dias lá fazendo os tours: Valle de la Luna, Lagunas Altiplanicas, Piedras Rojas, Salar de Atacama, Geysers do Tatio, Tour Astronômico e Termas de Puritama. Estes são os melhores. Ali no centrinho tem alguns restaurantes que eu recomendo: o Ckunna e o Lola. Compramos bem como nosso tour para o Salar de Uyuni na Bolivia e pagamos cem.000 pesos. São três dias e dois noites de tour, saindo do Atacama até regressar no Uyuni. Fomos do Atacama à Bolívia, em um tour de 3 dias-2 noites em um 4×4. O destino encerramento é o Salar de Uyuni, o superior salar do mundo. Essa é uma viagem mochileira, sem luxo ou conforto!


Apesar de tudo isto, vale muito a pena, visto que a Bolívia é maravilhosa e sensacional. A Bolívia foi um dos lugares com as vistas mais belas que agora vi. Foram 3 dias no deserto, percorrendo 600km do Atacama ao Uyuni, com temperaturas variando de muito quente/seco a muito gelado, chegando a 5000 m de altitude.


Dormimos em hotel de sal, sem wifi, luxo ou conforto. Lugar onde aprendemos a valorizar as coisas acessível da vida, como água e papel higiênico. O tour custou cem.000 pesos chilenos e está tudo incluído: hotel, transporte e refeições. Existem tours mais baratos. Esse é um pouco de maior valor porque tem banho no primeiro dia e no segundo dia é quarto para duas pessoas. Algumas agências não tem banho quente, ou nem sequer tem banho. Suave no minimo 250 bolivianos trocados pra pagar entrada de banheiros, banhos e além da medida coisas. Papel Higiênico, visto que não tem mesmo!


Pegamos um ônibus de Uyuni a La Paz, da Todo Turismo, que é a melhor empresa que faz este trajeto. Compramos online pra assegurar, nesse site. O ônibus custou 250 bolivianos, o que é de preço elevado que o normal, mas a comodidade e propriedade é muito melhor. Me senti totalmente segura com os outros passageiros. O banco reclinava bastante e eles deram água, jantar e café da manhã.


Não senti que tremeu/bateu muito pela avenida visto que o motorista dirigiu bem manso. A viagem durou nove horas. Chegamos as cinco:00 da manhã no aeroporto de La Paz, 2 horas antes do previsto. Pra visualizar um pouco mais nesse tema, você poderá acessar o blog melhor referenciado deste tópico, nele tenho certeza que localizará novas referências tão boas quanto estas, visualize no link deste web site: mais recente blog. Você podes pedir pra te deixar em El Grande, dentro do aeroporto de La Paz. De La Paz pegamos um voo até Cuzco, que foi uma hora de viagem. Ficamos 3 dias em Cuzco/Cusco.


No primeiro dia à tarde fizemos o City Tour, no segundo dia fizemos o Valle Sagrado e no terceiro dia fizemos o Machu Picchu. Fizemos todos os passeios e transfers com o Alvaro Paredes, da agência Sunaq Peru Tour. Ele que buscou e levou a gente no aeroporto, organizou os passeios, comprou o ingresso, o trem e o ônibus do Machu Picchu antecipadamente e tirou as imagens. O tour/guia da Sunaq é privado oferecendo total suporte, guia em inglês para as pessoas que pesquisa comodidade e translados de todos os passeios.


  • Agora Comparou
  • Pedro O. Cardoso
  • Otimize a jornada de serviço
  • Ivan Oliveira

De Cuzco, pegamos um vôo até Santiago, nossa última parada, com escala em Lima. Santiago não existe mistério, voltamos à selva de pedra. Cidade enorme, movimentada, cosmopolita. Com metrô, restaurantes, museu, shoppings e bem mais recente blog. Ficamos num apart hotel, chamado Menorca, que fica em Providência. Muito bem encontrado e perto da estação de metrô. Cheio de bares, lojas e restaurantes em torno. Conhecemos: Cerro San Cristobal, Plaza de armas, La moneda, Museu Bellas Artes, Cerro Santa Lucia, Patio BellaVista e Sky Costanera.


Não fomos no Valle Nevado, visto que não tinha mais neve (Setembro 2016) nem pra Vina Del Mar e ValParaiso. Um restaurante que eu recomendo é o Zanzibar, que mistura as cozinhas asiática, peruana, marroquina, paquistanesa, árabe e mediterrânea. Eles possuem um vasto cardápio exótico e muitos drinks diferentes. Esse foi meu roteiro do mochilão pela América do Sul.


Espero Net Tv ter ajudado vocês! Priscila Kamoi é formada em Administração e Marketing pela Baldwin Wallace University. Trabalhou durante sete anos no mundo corporativo e depois de câncer, largou a carreira corporativa pra possuir uma existência com mais propósito, independência e felicidade. Viu o web site como uma forma de reunir tudo o que gosta de: viajar, ler, publicar, fotografar, moda, ingerir, culturas e pessoas.



Add comment